domingo, 31 de maio de 2015

Jornalista mistura, com lucidez, política e o folclore



PETISMO, CABRA CABRIOLA E CHARLIE CHARLIE

Por Flávio Rezende*

            Os estudantes andam apavorados com um tal de Charlie Charlie,  que segundo a crença, move diabolicamente lápis entre sins e nãos,  e depois, passa ao imaginário deles como algo real, gerando pânico e medo, desaguando tudo em noites mal dormidas e estresse para os pais.
            Os jovens, assim como nossos antepassados e todos nós, buscam crer em algo, para que esse vazio que povoa nossa mente possa ser preenchido com algum tipo de certeza que existe algo pós, para fazer ter sentido o presente e, algo, superior, para que possamos diante de fardo pesado, ter esperança que esse acima, maior e potência máxima em resolutividade possa ter pena de nós e aliviar a barra.
            E acreditando em uma coisa ou outra, vamos seguindo, sem que, diante de muitos e muitos anos já por aqui, tenhamos certeza absoluta que realmente tenha algo após ou superior, posto que sendo questão de fé, essa crença como existe hoje, só tem razão de ser nesse crer sem ver e nesse acreditar sem nada de real presenciar.
            Nestas aparições que assustam, que surgem via mídia, ou naturalmente em fenômenos sociais, minha pequena e amada Mel chegou em casa temendo uma tal de Cabra Cabriola, que segundo o Wikipédia, “é um ser imaginário da mitologia infantil portuguesa, mas também surge no resto da península Ibérica, foi depois levada para o Brasil pelos portugueses. A Cabra Cabriola é a personificação do medo, um animal em forma de cabra, um animal frequentemente de aspecto monstruoso comedor de crianças, um papa-meninos. “
            Pois a minha caçula anda temendo cerrar pálpebras e dar de cara com a Cabriola, receando não ser suficientemente arrojada para encarar a danada, crente que a cabra tem força e poderes suficientes para pintar e bordar e transformar sua alegre vida num inferno precoce.
            Seja os adolescentes arrepiados com Charlie Charlie ou as crianças tremendo diante dos feitos diabólicos da Cabra Cabriola, temos também hoje no Brasil uma turma que não acredita em nada. Esses seres já começam a despertar o interesse dos mais pós pós pós doctors do planeta. É incrível como diante de tantos fatos, antes mensais, depois semanais, hoje diários e caminhando para de hora em hora, histórias escabrosas de dólares em cuecas, dinheiro em aviões e bancos de todos os paraísos, desvios, roubos, editais direcionados, gráficas que não imprimem e recebem, eventos que não existem e tem verbas, contratos superfaturados, comissões, taxas de sucesso, administração de recursos não contabilizados, uma gama infinita de técnicas e práticas que estamos tomando conhecimento diariamente e, esta turma, nem nem, simplesmente são ateus dos eventos ocorridos no Brasil nos últimos doze anos.
            E assim seguimos, tentando amenizar os terrores que narrativas cabriolísticas e charlísticas ocorrem a nossos filhos, e pasmos diante dos ateus políticos em voga no Brasil hoje, que não sabem de nada, não acreditam em nada e, assim, voando, viajando e se fazendo de doido, vão apostando naquela coisa que perigosamente repetimos sempre, tudo passa, temos memória curta, tendemos a esquecer e perdoar...
            Queria eu que essa tal de Cabra Cabriola desse um susto bem grande nesses bandidos que assaltaram e devem ainda estar assaltando o Brasil, pois depois do mensalão engataram o petrolão e quem confia agora que não tem nada acontecendo, pois parece que não vivem sem meter a mão em alguma coisa pública.
            Além do susto da cabra, torço para que o Charlie Charlie na consulta deles no sentido de se vale continuar a prática criminosa, leve o lápis para o não. Quem sabe esse conselho mediúnico faça efeito e essa turma entre nos eixos deixando o que é público para o público e perdendo a mania feia de privatizar nosso butim para seus projetos pessoais e partidários, empobrecendo o Brasil e aterrorizando nossas vidas com mentiras, roubos, falsidades e vergonha.
           

sábado, 30 de maio de 2015

Grupo da situação começa a rachar no município de São Gonçalo do Amarante

Pelo menos quatro partidos querem pré-candidatura à cabeça de chapa. Porém a oposição não tem poder de fogo para se aproveitar da confusão e se fortalecer. Serão precisas máquinas Elgin, Singer e Vigorelli para costurar o pano de fundo da política local

José Vanilson Julião
Jornalista

Há pouco mais de 1 ano e 6 meses da eleição municipal do primeiro domingo de outubro do próximo ano, logo após este blog anunciar, com exclusividade, uma suposta pré-candidatura a prefeito do atual vice, e o mesmo informar, posteriormente, que a definição da cabeça de chapa ou condução das negociações cabia ao prefeito, eis que a união da situação, atualmente, pode ser rachada a qualquer momento no município de São Gonçalo do Amarante (Grande Natal).

No meio desta semana o repórter obteve algumas revelações, sem precisar exigir, sendo elas postas no banquete espontaneamente e sem artifícios de censura, mas somente agora trás a tona, na condição de editor, com a edição de maio do jornal mensal “CORREIO POTIGUAR”, capitaneado pelo repórter e comunicador Graciano Luz, no qual o leitor poderá averiguar, no momento, a política são-gonçalense.

Na quarta-feira (6/5) postagem exclusiva neste espaço já indicava a probabilidade de um enorme buraco nas pretensões do Partido da República, a partir de um e-mail de um ‘mídia social’ enviado para pelo menos 140 blogueiros, colunistas, repórteres e jornalistas, especulando a indicação do vice-prefeito Poti Júnior (PMDB) como cabeça de chapa na coligação atual para suceder o prefeito e médico sanitarista Jaime Pereira Calado (PR).

Posteriormente o blogueiro Bruno Giovanni divulga pesquisa, em parceria com a empresa Smart, do empresário Tadeu Oliveira, também controlador do jornal mensal “FOLHA DE MACAÍBA”, a qual demonstraria a preferência do eleitorado pelos nomes de Poti Júnior e do ex-deputado estadual e vereador Alexandre Cavalcanti (PMDB), tio do primeiro.

Na mesma data (terça, 19/5) Poti divulga nota afirmando que o processo sucessório tem que ser conduzido pelo prefeito, mas sem abrir mão de valorizar os filiados peemedebistas.

Do “CORREIO POTIGUAR”

RESUMO: - Na pressa de estancar o crescimento do PMDB e o desejo de ter candidato próprio nas eleições o prefeito  esqueceu dois dos seus mais tradicionais aliados: o PSB, do presidente da Câmara, Raimundo Mendes Alves, e o ‘Solidariedade’, do vereador mais votado nas últimas eleições, João Maria Barão.

Os dois partidos somam quatro vereadores e já haviam anunciado a vontade de apresentar nomes de seus quadros como possíveis postulantes ao cargo de candidato a prefeito. Nada mais justo que tivessem suas indicações avaliadas pelo conjunto dos partidos que formam a aliança governista.

A decisão do prefeito em anunciar, precipitadamente, que o PR não abre mão da cabeça de chapa, funcionou como um golpe fulminante nas pretensões dos aliados. E o nome seria o de um forasteiro, o ex-prefeito do município de São Fernando (Região do Seridó) , o secretário municipal Paulo Emídio.

Enquanto isso, o PMDB segue firme para consolidar a candidatura do partido. Entre os nomes mais citados estão Poti e Alexandre. Segundo o pastor Edmilson Gomes, na hora oportuna o PMDB irá apresentar o nome que emergir dessas negociações ao coordenador do processo sucessório, “o nosso prefeito Jaime Calado”.

Os vereadores Édson e Valban Tinoco, presidente do PMDB Municipal, Alexandre, pastor Edmilson e Poti estiveram com o senador Garibaldi Alves Filho e com o ministro do Turismo, Henrique Eduardo de Lira Alves, presidente Estadual do partido, informando sobre a disposição do PMDB de São Gonçalo em disputar a prefeitura.
*Maiores detalhes na mídia impressa, que circula na próxima semana


Comerciantes reclamam de lixão a céu aberto próximo ao Mercado Público de Parnamirim

Vereador Francisco Gildásio de Figueiredo (PSDB) percorreu alguns pontos da cidade e denunciou o descaso da Prefeitura com a limpeza urbana na sede do Município

A população de Parnamirim vem sofrendo com o descaso da prefeitura em relação à limpeza urbana do município. Para denunciar tal situação, o vereador Gildásio Figueiredo (PSDB) percorreu alguns pontos da cidade e constatou vários lugares em que o lixo e o esgoto tomam conta de ruas e avenidas.
Nos arredores do Mercado Novo, localizado no bairro de Santos Reis, a situação é grave, uma vez que tanto moradores da área como feirantes tem que conviver com um verdadeiro lixão a poucos metros de barracas em que são comercializados alimentos.
De acordo com Narciso Hélio Santos, feirante que trabalha há mais de dez anos naquele ponto, a situação está insustentável. “É inadmissível que trabalhadores e a própria população tenha que conviver nessa imundície, além do mau cheiro que é insuportável”, desabafou.
Narciso diz ainda que outros feirantes já chegaram a procurar a prefeitura, mas receberam como resposta que aquela área é destinada para colocar o lixo recolhido nos dias de feira. A questão, segundo o feirante é que o entulho fica jogado no meio da rua e a coleta não é regular. “No período da Semana Santa isso aqui ficou deplorável com lixo e mau cheiro espalhados por todo lugar”, acrescentou.
A situação se repete ainda em outros pontos da cidade. Na Rua Clementino Câmara, no bairro Boa Esperança, uma clínica para tratamento de doenças renais é a responsável por jogar esgoto no meio da rua, gerando desconforto e sujeira aos moradores da região.
O mesmo acontece nas proximidades da Igreja Assembleia de Deus, também no bairro Boa Esperança, onde um esgoto a céu aberto tem causado inúmeros transtornos à população da área.
Para o vereador Gildásio Figueiredo, o lançamento de água e de esgotos é uma prática corriqueira no município que deveria ser inibida pelos órgãos fiscalizadores. “A colocação de esgoto na rua é uma prática anti-higiênica e sanitariamente danosa para a população”, observou.
Ainda de acordo com Gildásio, com relação ao lixão do Mercado Novo, a situação traz um agravante, pois tal acúmulo fica muito perto da principal feira livre da cidade. Na visão do vereador, os gestores públicos nada têm feito para melhorar a higiene do local. “A posição da prefeitura é de conivência, pois ela permite que um lixão se forme próximo a uma feira livre”, destacou. (Assessoria de Imprensa)

quinta-feira, 28 de maio de 2015

Campeonato Estadual de Karate Esportivo começa neste final de semana em Nova Parnamirim

A Federação Estadual de Karate Amigos da Escola (Fekaen) realiza no próximo final de semana, nos dias 30 e 31 de maio, a 1ª Fase do Campeonato Estadual de Karate Esportivo 2015. O evento será realizado no ginásio Jorge Tavares, em Nova Parnamirim.  
O Campeonato busca revelar novos talentos e divulgar o potencial dos atletas do projeto social desenvolvido pela Federação há 20 anos no Rio Grande do Norte. Aliado a isto, também irá proporcionar um dia de lazer e bem estar social através da pratica esportiva. A organização espera um grande espetáculo devido à participação de atletas de alto nível técnico.

Nesta primeira fase da competição vão competir karatecas com idade entre quatro e 60 anos, a maioria estudantes de escolas públicas assistidas pela Fekaen nos municípios de Parnamirim, Macaíba, Passa e Fica, Serra de São Bento, Monte Alegre, Extremoz, Brejinho, Tangara entre outros. Ao todo, a Federação Estadual de Karate Amigos da Escola atua em 78 escolas situadas em 12 municípios do estado.

quarta-feira, 27 de maio de 2015

Confirmado: corregedoria auxiliar da Polícia Militar fica no antigo prédio do Instituto de Previdencia do Estado/RN. A Geral e a auxiliar da Civil no Centro Administrativo


Confirmado. A partir de junho o cidadão que procurar a Corregedoria Geral da Secretaria de Defesa Social/RN terá que se deslocar ao Centro Administrativo (Lagoa Nova), onde também funcionará a Corregedoria Auxiliar da Polícia Civil.

Já para quem quiser reclamar de alguma ação da Polícia Militar terá que ir ao antigo prédio do Instituto de Previdencia do Estado (IPE), na Rua Jundiaí, no bairro da Cidade Alta (Centro).

Fato é que a Corregedoria Geral e suas auxiliares não podem se separar, ocorrendo isso estará configurado o  descumprimento da Lei 231/02.

Reclama uma fonte: “Kalina Gonçalves Leite quer dificultar mais ainda a vida da população tão sofrida do Rio Grande do Norte? A delegada secretária, que vive nas colunas sociais exibindo roupas de grifes famosas, e as melhores maquiagens possíveis, está ‘jogando de bolo’ a Corregedoria Auxiliar da PM/RN para um prédio que tem três andares, mas não possui elevador, que não possui acessibilidade para os deficientes tampouco para os idosos, e que se quer possui janelas, um prédio que há tempos está entregue aos ratos e baratas.


Está na lei que a Corregedoria tem que funcionar em prédio único, porém Kalina Leite tem por característica administrativa DESCUMPRIR LEIS. De forma precipitada e açodada, a secretária não publica os atos que ordena  o fim do modelo atual Corregedoria Geral, funcionando junta com as auxiliares,  pois é isso que está acontecendo às margens da lei e do estado democrático de direito”

terça-feira, 26 de maio de 2015

Políticos do Médio-Oeste potiguar vão cobrar ações contra a violência no Médio-oeste em audiência, no Centro Administrativo, com a secretária de Defesa Social

Um grupo de autoridades da região do médio-oeste potiguar, liderado pelo vice-prefeito do município de Messias Targino, Genésio Pinto, ‘Pola’, (PT), será recebido em audiência, na manhã desta quarta-feira (27), a partir das 9 horas, no Centro Administrativo (Lagoa Nova), pela secretária estadual de Defesa Social, delegada Kalina Gonçalves Leite, para discutir o problema da violência na área.

A insegurança no Médio-Oeste vem se agravando nos últimos meses, inclusive com registro de graves ocorrências policiais, como assaltos a agência dos correios e bancárias em Messias Targino. Dia 11 de maio ocorreu um duplo assalto a uma ótica e a um posto de gasolina na cidade.

O prefeito Arthur Targino e o presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Agricultura Familiar de Janduís, Raimundo Canuto de Brito, também compõem a comitiva de líderes oestanas.

A onda de violência na região vem desde abril de 2014, quando ocorreu o violento assalto a agência dos correios de Patu, que resultou na morte do gerente Arni Praxedes.

A violência no Médio-Oeste tem modificado o cenário das pacatas cidades interioranas, acabando com o costume dos sertanejos de se sentarem nas calçadas para a boa conversa de final de tarde. (Texto: Epitácio de Andrade Filho)

sábado, 23 de maio de 2015

Governador do RN descumpre lei que organiza corregedorias

Corregedoria Geral e auxiliar de Polícia Civil ficam no Centro Administrativo. A auxiliar da Polícia Militar será abrigada na Cidade Alta. Lei determina que as corregedorias funcionem em uma única sede

Induzido ao erro pela secretária estadual de Defesa Social, delegada Kalina Gonçalves Leite, o governador Robinson Mesquita Farias (PSD, autorizou o desmembramento, esfacelamento e enfraquecimento da Corregedoria Geral.

A Lei complementar 231/2002 determina que a CG e corregedorias auxiliares funcionem em prédio único, mas em desrespeito a essa lei o governador determinou e deu a ordem para que Kalina Leite destruísse por completo o modelo de corregedoria de segurança pública adotado pelo Rio Grande do Norte.

Kalina Leite, que já foi corregedora auxiliar da Polícia Civil, demonstra ter desprezo para com aquela instituição.

“Kalina Leite deveria está preocupada com os problemas e mazelas que assolam a segurança pública, porém mirou seu estoque de maquiagem a CG”, diz a fonte.

Ordenou que a corregedoria da Polícia civil fosse para o Centro Administrativo (Lagoa Nova) e que a corregedoria da Polícia Militar fosse para um local qualquer que seja, mesmo que seja embaixo do viaduto.
A corregedoria auxiliar da PM funcionará em um prédio no bairro da Cidade Alta  (Centro), distante aproximadamente uns seis quilometros da Corregedoria Geral.

Os procedimentos ficarão paralisados por um mês, mais ou menos, e a população ficará à deriva, sem rumo.

Por que o governador Robinson Farias descumpre a lei? Provavelmente responderá por esses atos em esfera judicial. 


quinta-feira, 21 de maio de 2015

Corregedoria Geral e auxiliares vão funcionar em locais diferentes

Enquanto pelo menos duas fontes acreditam que a ação judicial esteja suspensa, pois corregedor foi nomeado, o mais grave é a questão da Corregedoria Geral ter que funcionar em prédio único e está se desmembrando, sendo um desrespeito ao titular, Leonardo Dias de Almeida, a adjunta, delegada Virginia Karla Gomes, como "testas de ferro".

A corregedoria da Polícia Militar, que é uma das corregedorias auxiliares à própria lei complementar 231/2002, fala-se em alocá-la em prédio da PM e isso contraria a mesma legislação. “A secretária desrespeita a lei, então o governo também a desrespeita, pois endossa seus atos arbitrários.”

A corregedoria da Polícia Civil, que também é outra auxiliar, vai ocupar salas que a Secretaria de Defesa Social ocupava no prédio da Empresa de Assistencia e Extensão Rural (Emater), Centro Administrativo (Lagoa Nova).
A SESED está ocupando parte da Escola de Governo, onde também está o CIOSP (onde são atendidas as chamadas de emergencia do 190). Isso também é ilegal, pois a Escola de Governo foi criada para cursos de capacitação e aperfeiçoamento dos servidores estaduais.


Deputado federal potiguar Rogério Marinho: “PT vê o ensino como meio para propagar ideologia do partido”

A crise no sistema de ensino brasileiro foi levada para a tribuna da Câmara pelo deputado federal Rogério Marinho (PSDB-RN). Em pronunciamento realizado nesta quarta-feira (20), o parlamentar disse que o governo do PT e da presidente Dilma Rousseff utiliza a Educação do país para propagar a própria ideologia da legenda.

“O PT vê o ensino como mero meio de propagar a ideologia do partido e não como o meio, por excelência, de qualificar os brasileiros. Precisamos de uma Educação livre, sem doutrinação, que promova a autonomia das pessoas, desenvolva talentos e qualifique profissionalmente os jovens”, disse o tucano. “Após 13 anos de poder, o do PT não fez avançar a educação. O mesmo governo que promete Pátria Educadora é o que corta investimentos e destrói programas como o Fies e o Pronatec”, completou.

Rogério lembrou ainda que as universidades e os institutos federais de tecnologia também estão sofrendo com os cortes financeiros realizados pelo Planalto. “O governo não consegue sequer manter, com dignidade, a sua rede de educação. Isto tudo por falta de planejamento e pela destruição dos fundamentos econômicos, o que está levando o país à quase falência”, disse.
O tucano defende que seja feita uma “profunda reforma da Educação, pactuada pela sociedade e em prol do desenvolvimento do país. Educação é tema vital e não pode ser tratada meramente como peça de marketing político como faz o governo do PT”.

Para o parlamentar, ao invés de enfrentar os problemas no sistema educacional, a presidente Dilma Rousseff prefere “cortar programas, suprimir direitos dos estudantes e penalizar financeiramente a Educação. Faz isto para não cortar na carne, para não diminuir cargos comissionados e suprimir parte dos seus 40 ministérios. Não economiza sua gastança e sufoca programas e setores sociais responsáveis por atender diretamente a população.”

A OCDE, Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico, divulgou, este mês, um ranking mundial de educação no qual o Brasil figurou na 60ª posição. A lista incluiu 76 países de todos continentes e baseou-se no desempenho escolar em testes de matemática e ciências. Singapura, Hong-kong, Coréia do Sul e Japão ocuparam as primeiras posições. Na América latina, o Brasil perdeu para o Chile, a Costa Rica, o México e o Uruguai. Tivemos notas um pouco maiores do que argentinos, colombianos e peruanos.

Em março, outro dado vergonhoso foi divulgado pela imprensa. A organização americana The Conference Board e o Instituto de Economia da UFRJ, por meio do professor João Saboia, calculou a produtividade do trabalhador em diversos países. O cálculo consiste em dividir o PIB pela quantidade de pessoas economicamente ativas. O Brasil figurou entre os últimos em produtividade do trabalhador. Os dados são de 2013. A produtividade do trabalho brasileiro correspondia, na data da pesquisa, a 17% do trabalho norte americano. O Brasil, neste quesito, só ficou a frente da Bolívia. A produtividade nacional é menor do que no México, Argentina e Venezuela.

“Infelizmente, a Educação está pagando parte do ajuste financeiro e não terá como horizonte a sua melhoria, já que conserva problemas estruturais que dificilmente serão enfrentados pelo governo federal. A tarefa de transformar, de fato, o ensino brasileiro não é de um governante ou partido. A tarefa é gigante e deve contar com credibilidade popular dos líderes e força suficiente para reunir os interessados e pactuar mudanças, correções e aprimoramentos. Certamente, não será um governo combalido e sem credibilidade que dará conta do recado”, finalizou o deputado.

quarta-feira, 20 de maio de 2015

América/RN perde de 0 a 1 para o Atlético/GO, mas se classifica para a próxima etapa da Copa do Brasil

América 0 – 1 Atlético/GO
Data: quarta-feira, 20/5
Competição: Copa do Brasil
Estádio: Serra Dourada
Cidade: Goiania/GO
Árbitro: Marcos André Gomes da Penha/ES
Público: 1.342
Renda: R$ 12.460,00
Gol: Juninho 19/2
América: Busatto, Maguinho, Flávio Boaventura (Edson Rocha), Cléber, Rafael Estevam (Regis), Judson, Zé Antônio Paulista, Cascata, Álvaro (Adriano Pardal), Thiago Potiguar e Max. Treinador: Roberto Fernandes
Atlético: Márcio, Éder Sciola (Pedro Bambu), Marcus Winícius, Rafael, Sidcley, Anderson Pedra, Sérgio Manoel (Luiz Fernando), Zezinho, Luisinho,  Juninho e Rafinha. Treinador: Marcelo Martelotte

Max recebe cartão vermelho por reclamação após o gol do time local. Ás 22 horas Vasco da Gama x Cuiabá define o adversário da terceira fase. Empate de 1 a 1 na ida.

Torcedor abecedista agora é atendido no Estádio Maria Lamas Farache

Mudança no local da Central de Atendimento ao Sócio Mais Querido

Visando melhor atender ao Sócio Mais Querido, a Central de Atendimento destinada a estes mudou seu local. Antes, toda a equipe responsável por adesões, renovações e todas as questões relacionadas aos Sócios Mais Querido atendia na ABC Store, loja oficial do ABC.
A partir desta quarta-feira (20), tudo relacionado aos sócios abecedistas será resolvido no Frasqueirão. A Central de Atendimento ao Sócio terá seu ponto fixo no estádio do Mais Querido.
O horário de funcionamento também foi alterado, a partir de agora o atendimento será realizado das 8 às 18, de segunda-feira à sexta-feira. No sábado, o horário será das 8 às 13 horas.

terça-feira, 19 de maio de 2015

Técnicos administrativos das duas universidades federais no RN decidem sobre greve geral nesta quarta-feira

A jornada de lutas de junho de 2013 abriu uma fase de grandes mobilizações no nosso país, principalmente dos trabalhadores e estudantes. Em 2014, em meio aos eventos da copa do mundo e as eleições gerais, a classe trabalhadora lutou continuamente em defesa de melhores condições de vida, mesmo com a política de criminalização dos movimentos sociais. Já estamos em maio de 2015 e essas lutas continuam. São greves de servidores municipais, estaduais, metalúrgicos e outras categorias da nossa classe.

Tudo isso, para enfrentar a profunda crise do capitalismo em nível mundial e a crise econômica brasileira causada pelas classes dominantes e seus governos de plantão. A política econômica voltada para atender aos interesses dos empresários, bem como, a corrupção, levou a presidente Dilma, já no início do mandato, a despencar para um índice de 13% de aprovação do seu governo, a isso se junta à política de ajuste fiscal (Medidas Provisórias 664 e 665), cortes nos investimentos (sete bilhões só na área da educação), a corrupção específica na Petrobrás, privatização, terceirização (PL 4330), precarização do conjunto dos serviços públicos e o arrocho salarial, entre outros ataques à classe trabalhadora.

Para nos contrapormos a essa política do governo Dilma, nós, técnico-administrativos das universidades federais, estamos reagindo com organização e mobilização com a GREVE NACIONAL PREVISTA PARA COMEÇAR NO DIA 28 DE MAIO, SEGUNDO INDICATIVO APROVADO NO ÚLTIMO CONGRESSO NACIONAL DA CATEGORIA, O CONFASUBRA.

PAUTA ESPECÍFICA DOS TÉCNICO-ADMINISTRATIVOS DAS UNIVERSIDADES FEDERAIS

•    Índice de 27,3% no piso da tabela considerando as perdas de janeiro de 2011 a julho de 2016;
•    Aprimoramento da Carreira com correção das distorções, levando em consideração a racionalização, piso e step, o reposicionamento dos aposentados e concurso público via RJU para todas as classes;
•    Turnos contínuos com redução da jornada de trabalho para 30 horas, sem ponto eletrônico e sem redução salário;
•    Incentivo à qualificação acompanhando a evolução salarial da categoria nos marcos do PCCTAE.
•    Creches nas Universidades;
•    Revogação da Lei da EBSERH e FUNPRESP, e concurso público via RJU para os hospitais universitários;
•    Democratização das Instituições, tendo como referência o Projeto Universidade Cidadã para os Trabalhadores.
•    Nenhum ataque aos ganhos administrativos e judiciais da categoria, com pagamento imediato;
•    Cobrar do governo a efetivação da Política Nacional de Capacitação;
•    Educação tem de ser prioridade, suspensão imediata dos cortes nas Instituições de Ensino e recomposição do orçamento.

Exclusivo: estão sendo contados os dias para o esfacelamento da Corregedoria Geral da Secretaria Estadual de Defesa Social do Rio Grande do Norte

A Secretária de Segurança Pública e Defesa Social, delegada civil Kalina Gonçalves Leite, já ordenou, verbalmente, e com o endosso do governador Robinson Mesquita Farias (PSB), o desmembramento da Corregedoria Geral.
A futura situação leva ao esfacelamento um órgão que ampara a população, quando esta é vítima de abusos praticados por policiais militares e civis e servidores da Sesed do RN em geral.
A Corregeroria Geral da deve ser única e funcionar em prédio único, porém a iminente mudança para diversos prédios (supostamente com endereços mantidos em sigilo), que leva ao seu desmembramento e esfacelamento, já foi ordenada pela secretária Kalina Leite, que, desde que assumiu a titularidade da pasta, tem como missão principal por fim a Corregedoria Geral, mesmo que isso implique em mal estar para o governador.
As últimas informações foram repassadas ao repórter nesta manhã. Nas próximas horas o blog publica todo o acompanhamento, inédito, do caso, cujos desdobramentos começaram logo após a posse do atual gestor estadual, em janeiro, com a demissão, a pedido, do corregedor geral anterior.

Vereador Evilásio Bezerra denuncia o caos na administração pública do município de Cerro-Corá/RN

Ainda faltando pouco mais de 1 ano e 6 meses para terminar a segunda administração do prefeito do município de Cerro-Corá (Região do Seridó), a 190 quilometros de Natal, capital do Estado do Rio Grande do Norte, praticamente nada indica que a atual administração deixe uma marca importante na cidade.
O quadro atual da gestão do prefeito Raimundo Marcelino Borges ("Novinho") é de total abandono aos direitos do cidadão, segundo desabafo do vereador Evilásio Bezerra (PPS), relatado nesta manhã na rede social "Facebook". Diz o representante da oposição na Camara: "...Uma administração arbitrária, que nos tem trazido muito prejuízo, tanto na área da Educação, quando nos foi apresentado, no mês de março, escolas municipais sem banheiro, com merendas vencidas nas dispensas, com material escolar armazenados sem uso e os alunos precisando, mas não tendo carros para fazer distribuição dos livros nas escolas há mais de ano, com laboratório de computadores sem funcionar por falta de manutenção, sendo mostrados todos esses problemas em telão em audiência pública com o procurador federal Jorge Bruno e equipe fiscalizadora." 
Continua Bezerra: "Na área da saúde estamos vivendo um verdadeiro caos, com a falta de medicações para diabéticos, hipertensos etc...com a falta de material para fazer até um simples curativo, como gases, algodão, ou até mesmo um pomada de Neomicina e etc." 
Mais: - Temos um potencial turístico enorme, mas não temos turismo no município, pela falta de investimento, falta de acesso, limpeza e manutenção em nossas casas de pedras, nascente do Rio Potengi, inscrições Rupestres etc...Não temos recepção e muito menos guias turísticos. Não temos co mo viver do turismo, pois ele aqui não existe.
Continua: - Há um verdadeiro abandono aos bens públicos, falo principalmente em relação aos nossos transportes jogados ao sol, chuvas e sem nada de manutenção, abandonados pelo Poder Executivo, enquanto a população está precisando e não estão usufruindo de seus direitos.
Do blog; a maior marca do prefeito, logo na primeira gestão, foi destruir o que restava da antiga Praça Tomáz Pereira, construindo, no local, um prédio inacabado, e que continuará assim, por muito tempo, sem qualquer finalidade, a não ser obstruir a visibilidade e o passeio público.

segunda-feira, 18 de maio de 2015

Campanha de vacinação contra a gripe termina na sexta

Mais de 14 milhões de pessoas já foram vacinadas. A vacina é segura e previne complicações e casos graves de gripe.
A Campanha de Vacinação contra Gripe termina na próxima sexta-feira (22). Balanço do Ministério da Saúde mostra que até o dia 15 deste mês foram vacinados 14,5 milhões de brasileiros. O número representa 29,24% do público-alvo, formado por 49,7 milhões de pessoas mais vulneráveis para complicações da gripe. A meta é vacinar 80% do público.

Mais de 54 milhões de doses da vacina estão sendo disponibilizadas aos estados e municípios para garantir a proteção de cerca de 49,7 milhões de pessoas. A vacina, disponibilizada pelo Ministério da Saúde, protege contra os três subtipos do vírus da gripe determinados pela Organização Mundial de Saúde (OMS) para este ano (A/H1N1; A/H3N2 e influenza B). O período de maior circulação da gripe vai de final de maio a agosto.

O ministro da Saúde, Arthur Chioro, reforça a importância de se vacinar no período de realização da campanha. “Agora é a hora de se vacinar e se proteger no inverno. Após a vacinação, o corpo leva duas a três semanas para gerar os anticorpos necessários para a proteção”, alerta. A vacina é segura e uma das medidas mais eficazes de prevenção a complicações e casos graves de gripe. Estudos demonstram que a vacinação pode reduzir entre 32% e 45% o número de hospitalizações por pneumonias e de 39% a 75% a mortalidade por complicações da influenza.

Dentre os grupos prioritários à vacinação, as puérperas apresentam, até o momento, a maior cobertura, com 143.169 doses aplicadas, o que representa 40% das mulheres com 45 dias após o parto. Em seguida estão os idosos, com 6,7 milhões de vacinados (32,1%); 3,78 milhões de crianças de seis meses a menores de cinco anos foram vacinadas (29,8%); nas gestantes foram aplicadas 599,9 mil doses (27,56%); e os trabalhadores da saúde, com 935,4 mil doses aplicadas (22,9%). Com 91,8 mil doses aplicadas, 15,8% dos indígenas já foram vacinados. Como a vacinação deste grupo é realizada em áreas remotas, a atualização dos dados segue outra dinâmica. Também foram aplicadas 2,2 milhões de doses nos grupos de pessoas com comorbidade, população privada de liberdade e trabalhadores do sistema prisional.

PÚBLICO-ALVO - Desde 4 de maio, a 17ª Campanha Nacional de Vacinação Contra a Gripe, que tem como slogan “Contra a gripe, seu escudo é a vacinação, tem circulado para reforçar o conceito de proteção. A vacina está disponível para crianças de seis meses a menores de cinco anos; pessoas com 60 anos ou mais; trabalhadores de saúde; povos indígenas; gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto); população privada de liberdade; funcionários do sistema prisional e pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis ou com outras condições clínicas especiais.

Para a campanha, estão sendo mobilizados em todo o país 240 mil profissionais, que atuarão em 65 mil postos de vacinação e contarão com o apoio de 27 mil veículos (terrestre, marítimo e fluvial). É importante levar o cartão de vacinação e o documento de identificação para receber a dose. As pessoas com doenças crônicas ou com outras condições clínicas especiais também precisam apresentar prescrição médica especificando o motivo da indicação da vacina.

Pacientes cadastrados em programas de controle das doenças crônicas do Sistema Único de Saúde deverão se dirigir aos postos em que estão registrados para receberem a dose, sem necessidade de prescrição médica.

MEDIDAS DE PREVENÇÃO – A transmissão dos vírus influenza acontece por meio do contato com secreções das vias respiratórias, eliminadas pela pessoa contaminada ao falar, tossir ou espirrar. Também ocorre por meio das mãos e objetos contaminados, quando entram em contato com mucosas (boca, olhos, nariz). À população em geral, o Ministério da Saúde orienta a adoção de cuidados simples como medida de prevenção para evitar a doença, como: lavar as mãos várias vezes ao dia; cobrir o nariz e a boca ao tossir e espirrar; evitar tocar o rosto e não compartilhar objetos de uso pessoal.

Em caso de síndrome gripal, deve-se procurar um serviço de saúde o mais rápido possível. A vacina contra a gripe não é capaz de eliminar a doença ou impedir a circulação do vírus, por isso, as medidas de prevenção são muito importantes, particularmente durante o período de maior circulação viral, entre os meses de junho e agosto.

Também é importante lembrar que, mesmo pessoas vacinadas, ao apresentarem os sintomas da gripe - especialmente se são integrantes de grupos mais vulneráveis às complicações - devem procurar, imediatamente, o médico. Os sintomas da gripe são: febre, tosse ou dor na garganta, além de outros, como dor de cabeça, dor muscular e nas articulações. Já o agravamento pode ser identificado por falta de ar, febre por mais de três dias, piora de sintomas gastrointestinais, dor muscular intensa e prostração.

REAÇÕES ADVERSAS – Após a aplicação da vacina, podem ocorrer, de forma rara, dor no local da injeção, eritema e enrijecimento. São manifestações consideradas benignas, cujos efeitos costumam passar em 48 horas.  A vacina é contraindicada para pessoas com história de reação anafilática prévia em doses anteriores ou para pessoas que tenham alergia grave relacionada a ovo de galinha e seus derivados. É importante procurar o médico para mais orientações.

Semana da 'Luta Antimanicomial' terá programação em todas as regiões do Estado do Rio Grande do Norte

Para marcar a Semana da Luta Antimanicomial - movimento que tem como proposta humanizar o tratamento psiquiátrico – o Governo do Estado terá programação em todas as regiões do Rio Grande do Norte entre os dias 18 e 24 de maio. O evento intitulado “Mais Cultura, Menos Manicômio” é uma parceria entre a Fundação José Augusto e a Secretaria de Estado da Saúde Pública.

A intenção, como propõe o nome, é incluir atividades artísticas e culturais na vida dos usuários do serviço psiquiátrico, promovendo a inclusão social deles.
A programação será dividida entre os municípios de Natal, São José de Mipibu, Mossoró, João Câmara, Caicó, Santa Cruz e Pau dos Ferros e conta com ações educativas, debates, cinema e música. Todas as atividades são abertas ao público em geral.
Apoiam o evento a Associação Plural, Programa Saúde na Escola (PSE), Subcoordenadoria de Informação, Educação e Comunicação (SIEC), Universidade Estadual do Rio Grande do Norte (UERN), Coordenação Estadual de Saúde Mental, Álcool e outras Drogas e Conselho Regional de Psicologia (CRP).
Entenda o 18 de maio - Dia da Luta Antimanicomial
Transtornos mentais acompanham a história da humanidade, mas sempre foram concebidos como obscuros e perigosos. Em razão disso, com frequência é tratado com estigmatização, encarceramento e exclusão.
A palavra "manicômio" deriva do grego: "manía" significa loucura e "komêin" quer dizer curar. Mas na prática, o manicômio não se constituiu como um lugar de tratamento eficaz, resolutivo ou de bem estar.
A ruptura com o modelo manicomial significa muito mais que a derrubada de uma estrutura institucional existente (o manicômio). Consiste na ressignificação de uma lógica de compreensão, lugar e conceitos acerca da pessoa com transtorno mental e da própria existência desse fenômeno nas sociedades.
A sintetização, em um lema, dessa noção de que o paradigma adequado para o acolhimento e cuidado das pessoas com transtornos mentais é uma sociedade sem a lógica manicomial, foi um marco para a luta antimanicomial no Brasil. Isso ocorreu em 18 de maio de 1987, no Congresso de Trabalhadores de Saúde Mental em Bauru/SP, sob o slogan “uma sociedade sem manicômios”. Assim se convencionou como data alusiva o dia 18 de maio como Dia Nacional da Luta Antimanicomial.
O Relatório da Organização Mundial da Saúde (OMS) e da Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS) de 2001 assinala que os transtornos mentais correspondem a 12% da carga mundial de doenças e a 1% da mortalidade, quando menos de 1% dos recursos da saúde é investido em ações para a saúde mental. Apesar disso, mais de 40% dos países ainda carecem de políticas em saúde mental e 30% não tem programas nessa esfera.
Sabe-se ainda que a maioria dos transtornos é tratável e evitável, corroborando a premissa de que, quando se investe na prevenção e promoção da saúde mental, pode-se reduzir bastante o número de incapacidades resultantes desses transtornos.
PROGRAMAÇÃO DO “MAIS CULTURA, MENOS MANICÔMIO”
18 de maio (segunda-feira)
Manhã e tarde — Ações Regionalizadas
Cada Regional de Saúde do estado fará ações alusivas dentro de uma programação própria
18h – Videoconferência sobre a Luta Antimanicomial, com representantes da Saúde Mental, usuários, Universidade e Cultura.
(link a ser disponibilizado nas redes sociais)
19 de maio (terça-feira)
Manhã e tarde — Ações Regionalizadas
Cada Regional de Saúde do estado fará ações alusivas dentro de uma programação própria
14h30 – Tenda do Conto no Centro Cultural da UERN (Zona Norte de Natal)
18h - AntimaniCINE – Filmes e debates sobre a temática da luta antimanicomial
Local: Cada Região de Saúde irá determinar seu local de realização
Em Natal, ocorrerá no Teatro de Cultora Popular – TCP, anexo da Fundação José Augusto
24 de maio (domingo)
Local: Cidade da Criança
15h - Programação cultural com apresentações de usuários
16h – Homenagem solene à Luta Antimanicomial
17h – Apresentação – Antônio de Pádua
18h – Apresentação Velvet Blues no show “Quem precisa de você?”

Professor que praticar assédio ideológico nas escolas poderá ser preso. Projeto de lei é de deputado do RN

Já está em tramitação na Câmara dos Deputados o Projeto de Lei (PL) 1411/2015, que criminaliza o assédio ideológico no ensino do país. Ou seja, transforma em crime toda prática que condicione o estudante brasileiro a adotar determinado posicionamento politico, partidário, ideológico ou qualquer tipo de constrangimento causado por outrem ao aluno por adotar posicionamento diverso do seu, independente de quem seja o agente.

A proposta partiu do deputado federal Rogério Marinho (PSDB-RN), coordenador da bancada tucana na Comissão de Educação da Câmara, que acusa o PT de utilizar tal prática para promover seu projeto de poder. "A escola e o ambiente acadêmico precisam ser blindados de qualquer assédio ideológico e partidário, um crime covarde. É preciso garantir a liberdade de aprender. Praticar o assédio ideológico, impor a hegemonia, é total desrespeito e afronta ao direito do aprendiz em formar suas convicções a partir de experiências pessoais e baseadas na formação provida pela família e pela religião que adota", disse o parlamentar.

Com a Lei, expor o estudante ao assédio ideológico, condicionando o aluno a adotar determinado posicionamento político, partidário, ideológico ou constrangê-lo por adotar posicionamento diverso do seu, independente de quem seja o agente, implicará em pena de detenção de três meses a um ano e multa. Se o agente for professor, coordenador, educador, orientador educacional, psicólogo escolar, ou praticar o crime no âmbito de estabelecimento de ensino, público ou privado, a pena poderá ser aumentada em 1/3.

Ainda de acordo com o projeto, caso a prática criminosa resultar em reprovação, diminuição de nota, abandono do curso ou qualquer resultado que afete negativamente a vida acadêmica da vítima, a pena poderá ser aumentada em 1/2. "As instituições de ensino, em sua essência, devem fornecer àqueles que atendem nos seus bancos escolares o amplo acesso ao conh"cimento, incorporando o aprendizado por meio da pluralidade de metodologias, conceitos, concepções e teorias em vigor. Não pode haver a imposição de hegemonia ideológica no verdadeiro ambiente acadêmico e de aprendizagem. A liberdade para aprender pressupõe o acesso a pluralidade", disse Rogério.

Para o tucano, "o verdadeiro professor não é um doutrinador. Doutrinadores devem ser banidos do ambiente escolar para o bem da Nação. O professor, o mestre, apresenta todas as vertentes ideológicas, políticas e partidárias, sem distinção, fazendo com que o aluno possa formar suas convicções a partir de conhecimento profundo e amplo e do exercício de sua liberdade cognitiva".  Ainda segundo o deputado, "o indivíduo em formação não possui maturidade intelectual suficiente para fazer juízo de valor acerca de posicionamentos que lhe são apresentados. Aproveitando-se dessa situação de vulnerabilidade, o doutrinador impõe seus convencimentos ideológicos".

Segundo Rogério, o sistema de ensino deve permitir o acesso dos estudantes a todas as vertentes do conhecimento, independente da linha que o doutrinador considere mais correta ou que adote em sua vida particular. "É necessário respeitar o livre-convencimento do aluno, cabendo somente a ele a decisão de apoiar essa ou aquela posição ideológica com base em dados factuais e interpretações pessoais.

domingo, 17 de maio de 2015

América/RN arranca empate fora de casa, em Marabá/PA, na estréia do campeonato da terceira divisão

SÉRIE C – GRUPO A – PRIMEIRA RODADA

Águia 1 – 1 América
Estádio: Zinho de Oliveira
Cidade: Marabá (Pará)
Árbitro: Ramilton Oliveira de Sousa/MA
Público: 1.168
Renda: R$ 25.040,00
Gols: Flávio Boaventura 21/1 e Flamel 41/2
Águia: Paulo Rangel, Negretti (Linecker), Fael, Bernardo, Mael, Diogo (Daniel), Ari, Esdras (Danúbio), Monga, Flamel e Ednaldo. Treinador: João Galvão
América: Busatto, Maguinuo, Flávio Boaentura, Cléber, Judson, Álvaro (Regis), Adriano Pardal, Zé Antonio Pereira, Cascata (Mateus), Max e Thiago Potiguar (Edson Rocha). Treinador: Roberto Fernandes

Próxima partida: América x Icasa (Arena das Dunas), no domingo (24/5)

Jornalismo: da antiga Roma ao computador. E a importancia da precisão na coleta dos dados

José Vanilson Julião
Jornalista

Dizia o jornalista João Saldanha, gaúcho de Alegrete, radicado no Rio de Janeiro desde os anos 30, que escrever um comentário de mais de 30 linhas é embromação.
Eu costumo dizer, a um ou dois ouvintes cativos, que, se não tiver dados concretos, o repórter não passa do primeiro parágrafo de cinco a sete linhas.
Nos bancos universitários fica-se sabendo que são necessários os preenchimentos de cinco ou seis perguntas fundamentais, desde o Império Romano: - O que aconteceu? Com quem? Quando? Onde? Como? Porque aconteceu?
Ainda na universidade, pelo menos na UFRN, existia uma disciplina denominada ‘jornalismo comparado’.
Com o advento da rede mundial de computadores e a velocidade dos acontecimentos e posterior divulgação quase que simultânea ou automática dos fatos e transmissão das informações se faz necessário uma melhor apuração dos dados.
Neste contexto, atualmente, o profissional deve se voltar, cada vez mais, ao ‘jornalismo de precisão’, termo criado pelo norte-americano Philip Meyer. Neste tipo de reportagem investigativa, outro modismo atual, aplica métodos científicos e psicossocial a apuração jornalística.
Durante o motim de Chigado, em 1967, Meyer fez um levantamento com auxílio de computadores e mostrou que os participantes foram desistentes do ensino médio.
A revista on line de Recife, “Pronews”, divulga uma oficina de jornalismo de precisão, que acontece de 25 a 29 de maio. Inscrições 350, com desconto de 15 % a quem indicar um participante.
A oficina é dividida em cinco eixos: Fundamentos de CAR (Computer Assisted Reporting); Jornalismo Guiado por Dados (Data-Driven Journalism); Técnicas avançadas de pesquisa e apuração online; Gestão de informação, indexadores e banco de dados; e UGC (User-Generated Content) e verificação de conteúdo.


sábado, 16 de maio de 2015

Serviço de utilidade pública: abusos na compra de imóvel na planta

Com o desaquecimento do mercado imobiliário, muitas construtoras estão enfrentando dificuldades, seja para manter os contratos já firmados, no caso dos imóveis vendidos ainda na planta ou mesmo para cumprir o prazo de entrega das unidades. Diante desse cenário, os consumidores têm sido vítimas de abusos quase sempre que em nome do sonho da casa própria compram imóvel na planta. O advogado Gilberto de Jesus da Rocha Bento Jr*, titular da Bento Jr. Advogados,pontua algumas ilegalidades impostas pelas construtoras aos consumidores, “que muitas vezes nem sabem que estão sendo lesados”. Umas das irregularidades mais comuns é a cobrança da comissão de corretagem do comprador. “A comissão de corretagem deve ser paga por quem contrata o corretor. As construtoras usam esses profissionais com o objetivo de facilitar a venda dos imóveis, razão pela qual é abusivo impor ao comprador o pagamento da comissão”, esclarece.
Além disso, ao comprar um imóvel na planta, as construtoras imputam aos compradores o pagamento da Taxa de Serviço de Assessoria Técnico-Imobiliário, que tem como finalidade auxiliar o comprador na entrega de documentos e na análise do contrato de compra e venda de imóvel. “Isso significa que as construtoras impõem ao comprador o pagamento desse profissional, que, muitas vezes, é advogado da própria construtora”, diz esclarecendo que essa prática configura venda casada, que é ilegal. “A cobrança é ilegal, pois o serviço é prestado ao interesse exclusivo das construtoras”, orienta Bento Jr mencionando que essa taxa é cobrada, normalmente, a 3% (três por cento) sobre o valor do imóvel.
Outro ponto crucial, muito comum, são os atrasos na entrega das obras. “Se o comprador atrasa pagamento certamente arcará multa e outros custos e encargos. Mas, por outro lado, se a construtora atrasa a entrega das chaves, o consumidor tem que tolerar”, pontua o advogado informando que tem tido sucesso ao pedir multa de pelo menos 1% do valor do imóvel, por mês, mas o valor do aluguel de imóvel equivalente, pelo período do atraso na entrega das chaves.
Gilberto de Jesus da Rocha Bento Jr alerta, ainda, que a cobrança CM repasse na planta é a exigência do pagamento de correção monetária do valor financiado e repassado parceladamente pela Caixa Econômica Federal, que utiliza a Taxa Referencial (TR) como índice de atualização. “Com isso, as construtoras se sentem prejudicadas, tendo em vista que há tempos o índice é igual a zero, e passam este custo ao consumidor, que não devem ser responsabilizados por mais este pagamento, já que as construtoras estabelecem no contrato que o financiamento estará sujeito às regras da própria Caixa Econômica Federal.”
Outra prática comum é a retenção desproporcional do valor das parcelas pagas em razão da rescisão contratual por culpa do comprador, normalmente é estipulado em contrato a retenção de até 60% (sessenta por cento) do valor pago pelo comprador caso este desfaça o contrato sem justa causa, quando o bom senso judicial estabeleceu que esta retenção não devesse passar de 15% (quinze por cento). Bento Jr exemplifica que, caso o comprador tenha pagado até a rescisão R$ 100.000,00 (cem mil reais), a construtora poderia reter no máximo R$ 15.000,00 (quinze mil), “o que passar disso é excesso e deve ser restituído”.
Além de outras ilegalidades, normalmente, no final do contrato é cobrada a taxa de anuência para o caso de transferência do imóvel a terceiro. “As construtoras arbitram percentual entre 2% (dois por cento) a 5% (cinco por cento) sobre o valor do imóvel, justificando a necessidade para pagar despesas administrativas com a cessão”, esclarece o advogado afirmando que “novamente a cobrança é indevida, pois essas despesas já fazem parte da atividade das construtoras, não podendo transferir este encargo ao consumidor”.
Bento Jr finaliza comentando que estas são apenas algumas infrações legais quando alguém compra imóvel na planta, seja comercial ou residencial. “São práticas pontuais de determinadas construtoras. Felizmente, a Justiça vem condenando essas condutas por serem contrárias aos direitos do consumidor e determinando a devolução dos valores muitas vezes em dobro”, conclui.


* Gilberto de Jesus da Rocha Bento Jr é titular do Bento Jr. Advogados, possui vasta experiência e atuação nas áreas empresarial, tributária, trabalhista e relações de consumo, com mais de 200 artigos jurídicos publicados sobre assuntos fiscais, organização de empresas e recursos humanos e métodos organ

sexta-feira, 15 de maio de 2015

Confira a programação da 13ª Semana Nacional de Museus no RN. Visite 'Memorial' e Pinacoteca do Estado

O Governo do Estado, por meio da Fundação José Augusto, comemora a 13ª Semana Nacional de Museus com programações entre os dias 16 e 24 de maio. O tema usado para nortear as atividades do evento em 2015 em todo o país é “Museus para uma sociedade sustentável”.
De acordo com a coordenadora dos Museus da Fundação José Augusto, Luana Oliveira, a temática da sustentabilidade pode ser vivenciada sob vários aspectos. Ela lembra que o conceito de sociedade sustentável inclui “viver de forma economicamente viável, ecologicamente correto, socialmente justo e culturalmente aceito”.
“Dessa forma, os museus e todos os equipamentos culturais, têm a missão de ir além dos aspectos físicos de conservação e preservação do meio ambiente. Eles devem atuar diretamente na Educação, mostrando as diversidades étnicas e culturais e conservando o patrimônio para formar cidadãos capazes de compreender o valor de desenvolver a capacidade de se reinventar sem abrir mão da memória”, disse.
Programação:
MEMORIAL CAMARA CASCUDO
-Exposição “Ninhos de Pedra”, do fotógrafo Marcos Cavalcanti
Período: 16 de maio a 20 de junho
Visitação: de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h
Local: Sala de Exposições Temporárias do Memorial Câmara Cascudo
Abertura: Dia 16 de maio, às 15h

- Show de Mamulengos do artista Heraldo Lins, com o tema “Educação pela preservação”. A apresentação faz parte da campanha de conscientização ambiental da Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern). O mamulengueiro Heraldo Lins usa os personagens João Redondo e Benedito para conscientizar o público sobre o tema, com ênfase na valorização da mais autêntica tradição nordestina.
Data: 20 de maio, às 16h
Local: Praça André de Albuquerque, em frente ao Memorial Câmara Cascudo
- Exposição permanente “História da Cidade do Natal”, inspirada na obra de Luís da Câmara Cascudo com o mesmo título, é um passeio pelos mais de 400 anos de história da cidade. Neste percurso, temos 24 “paradas” para destacar feitos, guerras, episódios da memória histórica da cidade. Esta não é uma exposição acabada, pois o público é convidado a participar oferecendo sugestões, propondo atividades, doando ou emprestando algum objeto para enriquecer a narrativa.
         Local: piso superior do Memorial
PINACOTECA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE
-Instalação “Container de Pandora”. Trabalho colaborativa mediado pelo artista plástico Guaraci Gabriel, com artistas convidados Felipe Bezerra e Lucas Mds. Trabalho desenvolvido também para a Bienal de Havana, Cuba.
Período: 21 de maio a 21 de junho de 2015Local: Sala de Exposições Temporária da Pinacoteca do EstadoAbertura: 21 de maio, às 19h
- Palestra: Práticas de Sustentabilidade, com a bióloga e técnica do Idema-RN, Hortência de Carvalho
Data: 21 de maio, às 10h
- Oficina de Brinquedos, promovida pelo Idema, com a técnica Mércia Freitas
Data: 21 de maio, às 15h

Contatos:

Memorial Câmara Cascudo: (84) 3201-6425 e 3232-6334Pinacoteca do Estado: (84) 3211-7096