quinta-feira, 30 de abril de 2015

Potiguar representa o Brasil no 'Mundial de Triathlon'

Dino Enzo Medeiros da Rocha, 28 anos, triatleta brasileiro confederado pela Confederação Brasileira de Triathlon(CBTri) e pela Federação de Triathlon do Rio Grande do Norte (FeTriRN), após realizar uma temporada de sucesso no ano de 2014 o qual foi medalhista de sete, das oito competições que participou, foi convocado para representar o Brasil no Mundial de Triathlon Longa Distância 2015, que acontece nos dias 27 e 28 de junho na cidade de Motala, Suécia.
Natural da cidade de Natal-RN, Dino é considerado pelos principais técnicos e treinadores da modalidade no Estado uma grande promessa do triathlon. Com apenas três anos de esporte ele vem se destacando pela sua garra e determinação, é o que atesta seu treinador, Juliano Pessoa, “Dino possui uma natação bem sólida e vem evoluindo tanto no ciclismo quanto na corrida. É um atleta muito forte, prova disso foi o excelente resultado no Campeonato Brasileiro de Longa Distância, o que garantiu a sua convocação para o Mundial”.
O atleta veio da natação, onde representou o estado nas principais competições de Pólo Aquático das regiões Norte e Nordeste. “O esporte é o que me move, e poder representar meu país lá fora é um sonho que venho construindo desde criança”, afirmou o triatleta.

O ESPORTE
O triatlo é um esporte olímpico, que engloba três modalidades diferentes: natação, ciclismo e corrida. A prova de Triathlon Olímpico é considerada uma das mais difíceis e duras do esporte, e o triatleta é um profissional que possui grande resistência física. Na prova olímpica a modalidade é dividida em 1,5 km de natação (geralmente no mar), 40 km de ciclismo e 10 km de corrida.
No Campeonato Mundial as distâncias são diferentes. Em Motala o atleta terá que nadar 4 km, pedalar 120km e correr 30km, o que exigirá ainda mais preparo físico e mental do triatleta.
Para ter bom desempenho no esporte, é necessário que o triatleta treine as três modalidades diariamente, sempre acompanhado de técnicos e treinadores especializados. Esse acompanhamento é essencial para o desenvolvimento sustentável e saudável do atleta, bem como para subsidiar os patrocínios. (ASSESSORIA DE IMPRENSA)

CONQUISTAS
- Foi medalhista nos Jogos da Fenae 2013 (natação);
- 2º lugar na categoria mountain bike, em dezembro de 2013;
- 1º lugar no Aquathlon, categoria 25 a 29 anos, em janeiro de 2014;
- 1º lugar na Competição Karranka Cross Triathlon, em fevereiro de 2014;
- 3º lugar no Campeonato X Terra Brasil, em março de 2014;
- 2º lugar no Circuito Tiradentes Natal, em maio de 2014, categoria Sprint Mountain Bike;
- Foi o único atleta da Caixa Econômica Federal do RN, a trazer duas medalhas nos Jogos da Fenae 2014 (Corrida 10km com tempo de 42:03 e nado livre 4x50);
- Fez um dos melhores tempos (5:07) da sua categoria (25 a 29 anos) no Campeonato Brasileiro de Longa Distância, que aconteceu na cidade de João Pessoa-PB, em agosto de 2014.

quarta-feira, 29 de abril de 2015

Sindicato do Transporte Alternativo diz que prefeito de Natal se esconde por trás do empresariado e afirma que este pratica terrorismo contra a população da capital

O Sindicato dos Proprietários dos Transportes Alternativo de Passageiros do Eestado do Rio Grande do Norte emitiu há pouco uma nota se posicionando sobre o projeto de lei para licitação do setor e o suposto ou provável aumento das passagens para R$ 4,00.

O ofício circular é endereçado para as seguintes autoridades: prefeito de Natal, Carlos Eduardo Nunes Alves; secretária municipal de Transito, Elequicina Maria dos Santos; procurador do Município, Carlos Santa Rosa D'Albuquerque Castim e ao presidente da Câmara dos Vereadores, Franklin Capistrano e todos os Vereadores e Vereadoras de Natal.

O comunicado assinado pelo presidente da entidade sindical, João Pedro dos Santos Neto, classifica de “terrorismo contra a população” declaração do Sindicato das Empresas de Transporte Urbano como travestido da Federação de Transportes (Fetronorte), como isso fosse uma aberração, pois a segunda entidade sindicalista como a segunda são vinculadas mesmo ao empresariado.

Pontos            

O projeto enviado pelo Poder Executivo ao Legislativo simplesmente oficializa o sistema de transporte atual pelos próximos 30 anos, a não ser no tocante ao transporte alternativo, o projeto reduziria este sistema.

A Câmara melhorou o projeto substancialmente: manteve o percentual de transporte alternativo; aprovou o transporte publico 24 horas; diminuiu a gratuidade de 65 anos para 60 anos; ônibus de piso baixo acessível ao idoso, gestantes, e pessoa com necessidades especiais; ônibus com motor traseiro; proibição da dupla função; sistema de GPS e câmara de segurança.Todos estes itens serão colocados a disposição da população, distribuídos num período de 10 anos.

Quando se calcula o valor da passagem se leva em conta de cinco a sete itens: um deles é a quilometragem rodadas dos ônibus, segundo, o numero de passageiros, só ai a podemos concluir que os estudos são completamente manipulados, pois hoje o poder público não tem estas informações reais e sim as que são fornecidas pelo empresariado.

Nos últimos 18 anos quem andou de transporte alternativo, que chega a um valor em média mensal de 2.300.000,00, a STTU nunca levou em conta este resultado para calcular o valor da passagem, a partir do processo de Bilhetagem Eletrônica Unificada e Licitação dos Transportes, o município irá tomar conta das vendas e toda frota vai ter GPS só a partir dai é que esses dados poderão ser confiáveis. 

terça-feira, 28 de abril de 2015

Dilma Roussef imita o ex-presidente Lula Inácio da Silva ao decidir não se pronunciar em cadeia nacional de rádio e televisão, mas usará redes sociais

No post anterior o blog errou ao informar que a presidente Dilma Vana Rousseff, do Partido dos Trabalhadores (PT), seria a única política a ocupar o cargo no Poder Executivo nacional, a decidir, pela primeira vez, não se pronunciar em cadeia de rádio e televisão nesta sexta-feira (1°), Dia do Trabalho, mas somente pelas redes sociais, desde o terceiro ou quartos governos do regime militar.
Porém antes dela, o então presidente Luis Inácio Lula da Silva, da mesma agremiação partidária, decidiu, em duas oportunidades, não se pronunciar em cadeia nacional.
Em 2003, primeiro ano de mandato, em lua de mel com a opinião pública, preferiu comparecer a uma missa em São Bernardo dos Campos, na região do ABCD paulista.
Em 2009 preferiu comparecer a uma cerimônia alusiva a data no Rio de Janeiro.

Entretanto o blog mantém as demais assertivas da postagem antedente. 

A presidenta Dilma Alana Roussef (do PT!) é a primeira ocupante do Poder Executivo, desde o terceiro governo militar, a não usar rádio e tv no Dia do Trabalho!

Leio na internet que a presidente Dilma Vana Rousseff, do Partido dos Trabalhadores (PT), decidiu, pela primeira vez, não se pronunciar em cadeia de rádio e televisão nesta sexta-feira (1°), “Dia do Trabalho.”. Somente pelas redes sociais.
A decisão inédita, afirmo mais, não atinge somente o mandato dela. Pelo menos desde o governo do general Ernesto Geisel é a primeira vez que um ocupante do Poder Executivo nacional não usa as tradicionais mídias e sonoras e de imagens.
Na reunião de coordenação política na segunda-feira (27) foi decidido que será realizada apenas uma “ação nas redes sociais”. De minha parte os trabalhadores não vão ter que escutar um lenga-lenga pelo rádio e ver um rosto cansado e enfadonho pelos canais de TV.
De qualquer forma ela deixa de atingir um público em sua totalidade, pois operários em geral tem famílias, parentes e aderentes que querem saber o que anda sendo feito em favor dos chefes de famílias.
Acredito que a presidente fugiu da responsabilidade de falar para a nação no feriado e prestar contas das ações do governo para toda a gente pelos rincões deste país continental, de norte a sul, de leste a oeste, nas cinco regiões (Norte, Nordeste, Centro-Oeste, Sudeste e Sul).
Ela teve receio, medo, isso sim, de realizar um pronunciamento abrangendo um maior número possível de mídias ou plataformas de comunicação, informação e transmissão de dados. Além dos comentários que viriam a seguir pelos jornalistas e comentaristas políticos.
Sem medo de errar afirmo que todo o resto são desculpas bizarras e bisonhas, conforme o que afirma o porta-voz amestrado do Palácio do Planalto. Vejamos a seguir:
Segundo o ministro Edinho Silva (Comunicação Social), a decisão não foi tomada por medo de protestos como o “panelaço”. Foi uma decisão de valorizar outros modais de comunicação.
“Ela valoriza as rádios, ela valoriza a comunicação impressa, a televisão. Ela resolveu, desta vez, valorizar as redes sociais. A presidente não teme nenhuma forma de manifestação oriunda da democracia.
E: “Foi decisão coletiva e unânime da coordenação que deveria dialogar pelas redes sociais", afirmou Edinho.
No fim de semana, a presidente chegou a pedir a ministros que sugerissem medidas para serem anunciadas na sexta-feira.
Entre elas, determinou que líderes da base aliada vissem o andamento da medida provisória do reajuste do salário mínimo, que o Planalto apresentou no mês passado.

A medida prevê reajuste real do mínimo, mas ainda não tem data marcada para ser votada. Na semana passada, foi instalada a comissão especial para analisá-la.

Produtores culturais independentes se encontram na Ribeira prevendo reunião em João Pessoa

Os estados do Nordeste estão se organizando para o primeiro Encontro Nordestino de Produção Cultural Independente, que será realizado no mês de novembro em João Pessoa, Paraíba.

Com o objetivo de formular propostas coletivas para levar ao evento, o Governo do Estado, por meio da Fundação José Augusto, promove o Pré-Encontro no dia 30 de abril, em parceria com artistas e produtores locais.

O debate da etapa potiguar será a partir das 15h, no salão da Pinacoteca do Estado. Depois, os grupos seguem para confraternização no novo Atelier Bar, na Rua Chile, Ribeira, às 18 horas. Esse segundo momento contará com intervenções de várias linguagens artísticas.

O objetivo do Encontro é discutir propostas para viabilizar a promoção de circuitos de artistas do Nordeste, com apoios das prefeituras, fundações culturais, universidades e secretarias de cultura dos municípios e estados.

O movimento conta com o apoio da Fundação Nacional de Artes (Funarte) e do Ministério da Cultura (MinC), cujos representantes no Nordeste têm participação ativa. (Aluisio Matias Santos)

segunda-feira, 27 de abril de 2015

Um estranho no ninho e o caso do objeto identificado

Leio em um blog local notícia da seção ‘Olhar Digital’ do Universo On Line (UOL): “Em algum lugar no Paquistão (continente asiático) tem um Android urinando sobre o logo da Apple. E ninguém sabe por quê.

Ao acessar o link o internauta se depara com a imagem reproduzida acima, que mostra uma região paquistanesa, no Google Maps, que foi marcada pela “brincadeira.

Os logos desaparecem quando se coloca no modo satélite, mas, no tradicional, pode ser vista até na versão móvel do serviço.

Não parece muito difícil fazer intervenções no Maps. Dias atrás alguém alterou o nome de uma loja, dentro da Casa Branca, para dar a entender que Edward Snowden estava por lá.”

A Casa Branca é a residencia oficial do presidente dos Estados Unidos da América, na capital Washington, no Distrito de Colúmbia (DC).

Edward Joseph Snowden é o ex-analista de sistemas da CIA (Central de Inteligencia Americana) que vazou detalhes de programas que fazem parte do Sistema de Vigilancia Global, NSA, na sigla em inglês, para os jornais The Guardian (de Londres, Inglaterra), e The Washington Post.

Pois bem, a situação me faz lembrar que algo parecido ou semelhante também pode acontecer ou ter exemplo no jornalismo impresso. De algo enstranho aparecer nas folhas do papel em uma edição diária.

Essa me foi contada por um jornalista, não recordo exatamente quem, que trabalhava no então diário matutino e centenário jornal “A República”, mídia mantida pela desativada Companhia Editora do Rio Grande do Norte (CERN).

O caso não aconteceu com o impresso desativado pelo então governador Geraldo José Ferreira de Melo, eleito pelo PMDB em 1986. Mas no Diário Oficial do Estado. O ano 1983. Foi quando um torcedor gaiato colocou um escudo do Gremio de Porto Alegre, capital do Rio Grande do Sul, numa edição seguinte a conquista do Mundial de Clubes do time gaúcho.


Não sei o nome, mas o fanático torcedor foi identificado. Mas, provavelmente o escudo gremista foi posto na edição do dia 12 de dezembro, pois na madrugada do dia anterior, meia noite, horário de Brasília (Distrito Federal), o Tricolor dos Pampas derrotava o Hamburgo (Alemanha), por 2 a 1 (Renato Portaluppi marcou duas vezes), em Tóquio, no Japão (Ásia). (José Vanilson Julião)

sexta-feira, 24 de abril de 2015

Artigo especial: 'As consequências da violência urbana'

Herbton Barata

Jornalista, historiador e futuro teólogo

Diante das circunstâncias que a sociedade moderna trouxe para o mundo contemporâneo podemos constatar diversas tecnologias científicas que foram sendo descobertas, desde o final do século XIX. No entanto, nunca se pensou que as novas descobertas pudessem causar tantas catástrofes do futuro, particularmente, por meio de armas de fogo, de urbanização das cidades que proporcionaram divisões entre as classes médias e baixas, o crescimento das indústrias comerciais que consequentemente causaram aumentos de desempregos entre a população que vivia diretamente da mão de obra artesanato. A história urbana, desde, na antiguidade já representava essa ideia de separação entre o centro e a periferia, mas nunca representou tanta violência urbana quanto nos tempos atuais. Certamente, o início do século XX as proporções dos avanços modernos podem representar, em certa parte, o nível alto da criminalidade que a sociedade nacional e internacional vive.
Enquanto imaginamos que a economia interna é o único fator independente que gera violência urbana entre as classes média e baixa esquecemos que existem outros fatores mais presentes. Diante o aumento da criminalidade entre jovens que morrem todos os dias por causa das drogas ou por torcidas organizadas isso é apenas um fragmento das possíveis existências que marca o motivo da criminalidade. No entanto, a violência urbana já representa uma nova cultura imaginaria entre as pessoas que deixaram serem introduzidos pelas imaginações dos filmes de ação, pelos programas policiais que apenas propagam mais violência, jogos violentos e por músicas que incentiva atos violentos. Contudo, indagar sobre as possíveis essências que geraram o aumento de tanta violência urbana pode está além desses fatores argumentados, porém podemos contatar que matar já representa uma realidade além da tolerância humana, pois já é um ato irracional, principalmente quando alguém resolve tirar a vida de outro por motivos sem justificativos, desde, de achar que está sobre a lei, ou pensar que a moral está em matar.

Portando, seria difícil argumentar uma causa primária que gerou outros fatores sobre a violência urbana, mas não é difícil pensar que diante a situação de viver numa sociedade desigual, onde zonas são separadas podemos imaginar tudo que é esquecido pelo poder público torna-se propiciou para um desenvolvimento desiquilibrado, tanto, na estrutura familiar, escolar, social e cultural. Enfim, resolver esse desafio está cada vez mais difícil, principalmente, quando percebemos que o Estado com sua competência administrativa estar mais preocupada com a segurança do quê com a prioridade de todos, particularmente, da assistência à saúde, social, escola de qualidade e atividade culturais para jovens de periferias. Assim sendo, se o Estado não procurar resolver esse desafio contemporâneo à situação será assustador, pois nem existirá ética e nem moral. 

Contribuinte tem desconto especial para quitar dívida com fisco municipal, no sábado, durante o 'Justiça na Praça'

O contribuinte em débito com o tesouro municipal terá uma grande oportunidade de regularizar a sua situação junto ao fisco com as facilidades que a secretaria municipal de Tributação (Semut) irá disponibilizar em virtude da realização do evento Justiça na Praça. A iniciativa do Poder Judiciário do Rio Grande do Norte acontece neste sábado (25), das de 8h30 as 16h, no estacionamento da Faculdade Estácio Zona Norte e conta com o total apoio dos órgãos da Prefeitura do Natal.

Um decreto especial foi elaborado e publicado na edição desta sexta-feira (24), do Diário Oficial do Município (DOM), estabelecendo as regras e descontos para os contribuintes que procurarem o stand da Semut no dia do Justiça na Praça. Definiu-se que terá um desconto de 90% nos juros de mora e multas para o pagamento de tributos municipais como o Imposto Territorial Predial Urbano (IPTU), Imposto Sobre Serviços (ISS), dentre outros, com fatos geradores até dezembro de 2012. É importante destacar que esse beneficio valerá até o dia 30 de abril.

Além disso, o contribuinte poderá retirar guias de recolhimento dos tributos, solicitação de atualização de Documento de Arrecadação Municipal (DAM), abertura de processo para parcelamento de débitos, emissão de certidão negativa e abertura de processos. As 13h00 horas acontecerá uma palestra sobre educação fiscal, destacando para o cidadão do pagamento regular de tributos.

Força Sindical critica mais uma ‘pedalada’ do governo federal no bolso do trabalhador e do operariado

A organização de trabalhadores e operários ‘Força Sindical’ divulgou, a pouco, comunicado oficial em que denuncia uma nova informação, de que o Governo Federal revela o artifício de usar dinheiro do (Fundo de Investimento em Infraestrutura do Fundo de Garantia) para financiar o BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social).

Segundo a nota, assinada pelo presidente da Força, Manoel Torres, “causa estranheza, pois trata-se, na verdade, de uma nova pedalada fiscal da equipe econômica, que coloca em riscos dinheiro dos trabalhadores, podendo até mesmo resultar em enormes prejuízos.”

Segue: “Não podemos permitir o uso indevido, e sem segurança, do patrimônio do trabalhador.”

Diante da situação, a Força Sindical estuda, junto a departamento jurídico, protocolar no STF (Supremo Tribunal Federal) uma ADIN (Ação Direta de Inconstitucionalidade), visando preservar o dinheiro de milhões de trabalhadores, reservados nas contas do FGTS.

Ainda: - A forma de usar cerca de R$ 10 bilhões do Fundo de Garantia dos trabalhadores para capitalizar o BNDES não garante retorno ao investimento, visto que o banco repassa os recursos a taxas subsidiadas.

Como a equipe econômica tem, frequentemente, utilizado métodos pouco transparentes, como a recente pedalada fiscal, fica o questionamento se o dinheiro dos trabalhadores será, efetivamente, utilizado para financiamentos duvidosos ou para cobrir compromissos do banco.

Infelizmente, a insensibilidade social da equipe econômica quer promover um ajuste fiscal fazendo com que os trabalhadores paguem a conta dos desmandos e das derrapadas do governo.



Saiba e entenda a autonomia do Ministério Público

A Constituição Federal definiu como um dos direitos fundamentais aos brasileiros e estrangeiros residentes no País o acesso à Justiça. Duas instituições independentes, mas parceiras do sistema de Justiça do Brasil e primordiais para a concretização desse acesso, são a Defensoria Pública e o Ministério Público. Ambas fazem parte das funções essenciais à Justiça (arts. 127 a 135, da Constituição), mas possuem missões e características próprias e independentes dos tribunais.
O Ministério Público é uma instituição pública autônoma, responsável pelo zelo ao regime democrático e pelos mais altos valores sociais, nestes incluídos a defesa da ordem jurídica, dos interesses sociais, dos individuais indisponíveis, do patrimônio público e social, do meio ambiente e de outros interesses difusos e coletivos.
O MP também é responsável por fazer o controle externo da atividade policial. Trata da investigação de crimes, da requisição de instauração de inquéritos policiais, da promoção pela responsabilização dos culpados, do combate à tortura e aos meios ilícitos de provas, entre outras possibilidades de atuação.
O órgão Ministério Público é único. No entanto, é estruturalmente organizado entre o Ministério Público da União (MPU) e o Ministério Público dos Estados. O Ministério Público da União compreende os seguintes ramos: o Ministério Público Federal (MPF), o Ministério Público do Trabalho (MPT), o Ministério Público Militar (MPM) e o Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT). Veja aqui links para os Ministérios Públicos da União.
No Ministério Público Federal (MPF), procuradores da República atuam junto aos juízes federais (Justiça Federal). No Ministério Público dos Estados existem os promotores de Justiça, que exercem suas funções perante os juízes de Direito (Justiça Estadual) e pertencem a carreira do Ministério Público estadual.
A área de atuação do MPF pode ser observada através da leitura do art. 109 da CF/88, que dispõe sobre a competência para julgar e processar da Justiça Federal. Todos os demais interesses sociais e individuais indisponíveis, não relacionados com as pessoas mencionadas no art. 109, são atribuições do Ministério Público Estadual. Igualmente, os réus de crimes não mencionados no referido art. 109, são acusados pelo Ministério Público Estadual.
A legislação assegura a possibilidade de atuação conjunta entre o Ministério Público Federal e o Estadual na defesa de interesses difusos e de meio ambiente.
O Ministério Público recebe controle orçamentário dos tribunais de contas e do Poder Legislativo. É possível buscar o Ministério Público comparecendo à Promotoria de Justiça ou às diversas Procuradorias de Justiça.
Confira aqui onde encontrar os Ministérios Públicos nos Estados.
* Com informações da Agência CNJ de Notícias

quinta-feira, 23 de abril de 2015

Federação Estadual de Karatê Amigos da Escola participa de competição, em Recife, na busca do quarto título

Os atletas da Federação Estadual de Karatê Amigos da Escola (Fekaen) participam no próximo final de semana, nos dias 25 e 26 de abril, do Campeonato Norte Nordeste de Karatê Budô que será realizado em Recife, Pernambuco.
A expectativa é a melhor possível, a equipe acumula um saldo positivo de três vitórias consecutivas no campeonato ao se consagrar vencedora nos anos de 2011, 2012 e 2013. Em 2014 a Fekaen não participou da disputa.
Para o presidente da Federação, André Calixta, este ano tem algo a mais para comemorar, os 20 anos de voluntariado que ele festeja com alguns atletas que estão com ele há 18 anos se integrando aos novatos, formando um time de campeões.
 “Nosso estado é tricampeão consecutivo com esses atletas que sempre estão se esforçando com dedicação, humildade, garra e amor. Estamos mostrando que um trabalho social tem condições de formar grandes atletas e, principalmente, grandes cidadãos”.

Viagem
A delegação composta por 90 atletas do sexo masculino e feminino com idade a partir dos oito anos sairá de Natal na manhã da próxima sexta-feira (24) em dois ônibus e três carros.
A partida está marcada para às 8 horas da manhã da lateral da Faculdade Mauricio de Nassau que fica na Avenida Engenheiro Roberto Freire, em Capim Macio. (Assessoria de Imprensa)

terça-feira, 21 de abril de 2015

Grupo comemora mil fotos de personalidades do município de Cerro-Corá/RN em rede social

Há situações interessantes que somente o advento da rede mundial de computadores veio possibilitar.
Uma delas é uma reunião voluntária de fotografias. Coloridas e em preto e branco. A maioria delas de pessoas, anônimas ou relativamente conhecidas.
E somente de habitantes de uma cidade. Desaparecidos ou vivos. Do município de Cerro Corá, distante 190 quilometros da capital potiguar, Natal.
Não sei exatamente quando começou. Mas foi este ano. Uma idéia do cerrocoraense Rodivan Barros, funcionário, desde 1972, da Televisão Universitária (Canal 5), a emissora pública pioneira no Rio Grande do Norte, pertencente a Universidade Federal.
Em tempo que pode ser considerado recorde, exatamente ás 3h26 da madrugada de hoje, 21 de abril, feriado nacional (Dia do Indio e de Tiradentes), o grupo “Fotos Antigas de Cerro Corá” comemora o acervo e a publicação da foto número 1000.

Uma grande contribuição
“Jamais imaginaríamos que fosse tão rico, tão vasto e tão belo. São fotos guardadas no álbum da família ou escondidas num canto qualquer e foram resgatadas e publicadas numa rede social, que viraram estrelas e ganharam destaque”, relata a cerrocoraense Cássia Maria no ‘Facebook’. 
- São fotos com muitas histórias relembradas, voltamos no tempo, mergulhamos no passado, vendo Cerro Corá ressurgindo linda, jovem, festeira e familiar. Agradecemos a todos que contribuem para o fortalecimento do grupo e vamos em busca de mais 1000, diz ela, uma das que mais contribuem para o acervo.

A foto mil 
A milésima postada é história. Mostra o falecido prefeito Walter Olímpio, quando jovem, lendo a ata de criação do município, desmembrado de Currais Novos (Região do Seridó), ao lado dos vereadores Manoel Loló e Luiz Victor.

A data é 11 de dezembro de 1953, ocasião em que foi nomeado para o cargo de prefeito, com o fim de instalar o então novo município, o coronel Severino Bezerra. Este permaneceu na função até fevereiro de 1955, assumindo Sérvulo Pereira, o primeiro prefeito constitucional, eleito pelo voto direito em outubro do ano anterior. (José Vanilson Julião)

As ‘façanhas’ únicas do América de Natal e da Seleção

O Alvirrubro terminou em segundo lugar, no campeonato potiguar, e o Brasil em terceiro, na Copa da Argentina, sem perder uma partida

José Vanilson Julião
Jornalista

Enquanto a torcida alvinegra e a imprensa esportiva focam a possibilidade do ABC ser campeão estadual sem perder nenhuma partida, é sempre bom lembrar que o América, talvez, seja o único clube do País a ser protagonista de uma ‘façanha’ alcançada pelo selecionado brasileiro de futebol.

Na primeira fase do Mundial de 1978 a seleção ‘Canarinho’ empatou em 1 a 1 com a Suécia na estréia. Em seguida mais um empate, sem abertura de contagem, com a Espanha. Classificou-se, em segundo lugar no grupo, com uma vitória sobre a Áustria (1 a 0), a primeira colocada.

Na segunda fase ganhou do Peru (3 a 0), empatou com a Argentina (0 a 0) e ganhou do selecionado polaco (3 a 1). Ficou em segundo com o selecionado argentino em primeiro, que havia ganho do Peru por 6 a 0, e alcançara um maior saldo de gols.

Na decisão do terceiro lugar, no Estádio Monumental de Nuñes (Buenos Aires), na tarde do sábado (24 de junho), o Brasil ganha, de virada, da Itália. Gols de Causio (38), Nelinho (64) e Dirceu (72).

Destaque para o gol do lateral Nelinho, um chute de fora da área, quando a bola fez uma curva e venceu o goleiro Dino Zoff. Na ocasião o falecido treinador Cláudio Coutinho classificou o Brasil como “campeão moral”.

INVICTO
O campeonato estadual de 1978 contou com a participação de 12 equipes: ABC (campeão), América (vice), Potiguar de Mossoró (terceiro colocado), Baraúnas (quarto lugar) e Alecrim (quinto).

Mais: Corintians, Potyguar (Currais Novos), Macau, Atlético, Força e Luz, Riachuelo e Ferroviário (lanterna da competição).

O América terminou com 20 partidas, três a menos que o ABC e duas a menos que a dupla mossoroense. Porém acabou com 13 vitórias e sete empates, enquanto o principal rival obteve uma vitória a mais, com o mesmo número de empates, mas contou com duas derrotas.

O ABC ganhou os dois primeiros turnos e o América o terceiro. Com isso o Alvinegro conseguiu a vantagem na partida final.

O aproveitamento dos quatro primeiros colocados: América (82,50%), ABC (76,08), Potiguar (63,63) e Baraúnas (52,27).

FINAL
ABC 1 x 1 América
Data: 13 de dezembro
Estádio: Castelo Branco
Arbitro: Arnaldo César Coelho/RJ
Gols: Marinho Apolonio 32 e Tinho 43
Público: 18.442
Renda: Cr$ 462.870,00
ABC: Hélio, Vuca, Domício, Cláudio Oliveira, Noronha, Baltasar, Danilo Menezes, Noé Soares, Tinho, Paulo César (Júnior) e William (Arié). Treinador: Valdemar Carabina
América: Zé Luis, Ivan Silva, Ronaldo Alves, Argeu, Sérgio, Ubirani, Marinho, Davi, Ronaldinho, Aloísio e Gilmar (Dotto). Treinador: Paulo Mendes


*Com dados da CBF, blog do Tubasso e do livro “Fusão – Uma Proposta Explosiva”, do radialista, comentarista esportivo mossoroense Lupércio Luiz de Azevedo

segunda-feira, 20 de abril de 2015

Secretaria de Cultura de Natal participa do programa 'Justiça na Praça' com oficinas, palestras e projetos

Atrações culturais, elaboração de projetos, oficinas e palestras. A Secretaria Municipal de Cultura estará presente na 39ª edição do Justiça na Praça, neste sábado (25), nas dependências da Faculdade Estácio de Sá, na Zona Norte de Natal.

A Secult/Funcarte  promoverá também a abertura do projeto com uma apresentação do tradicional Boi de Reis do Mestre Manoel Marinheiro, às 8 horas.

Na sequência os profissionais da Secretaria de Cultura estarão disponíveis para prestar Informações das ações e serviços oferecidos pela Funcarte, além da distribuição de produtos culturais.

Serão brindadas informações pertinentes a  agentes culturais, artistas e produtores nos editais, Leis de Incentivo e Fundo Municipal de Cultura.

Haverá também uma oficina de Artes Visuais com produção de “Fanzines Criativos”. A ação é voltada para a produção de informativos criativos, revistas e painéis com textos e desenhos, tendo como público as crianças e jovens.

Na oficina de modelagem “papel reciclável” os participantes terão orientação de profissionais renomados para a desenvolver a criação e confecção de bonecos e fabricação de papéis a partir de materiais reutilizáveis.

E as pessoas que desejam participar dos editais públicos terão a oportunidade de assistir a uma  palestra  com a temática voltada para discutir e esclarecer o apoio e leis de patrocínios através de todos os mecanismos disponíveis na Prefeitura do Natal.

Hoje, a Prefeitura do Natal dispõe de diversos modelos de incentivos à cultura e o Justiça na Praça permitirá que a população em geral tome conhecimento de como participar destes mecanismos.

O objetivo do Justiça na Praça é desenvolver ações e oferecer serviços à população. A Funcarte estará presente com 11 profissionais de diversos setores. (Assessoria de imprensa)

A política de não renovação dos quadros políticos*

José Vanilson Julião
Jornalista

Possivelmente a única atividade social em que, praticamente, é demorada e dificultada a renovação dos quadros, no Brasil, é o bloco dos políticos. De todas as cores, matizes e bandeiras.

A “renovação” ou mudança acontece, porém, quase sempre, no seio das famílias dos políticos. Sai o avo, entra o pai; sai este, entra o filho, o neto. E Assim por diante, até com sobrinhos, os primos, e parentes afins, cunhados e genros. E até as esposas.

Sucessivamente os cargos eletivos nos dois poderes, Executivo e Legislativo, são ocupados de geração a geração. E em todos os níveis de governabilidade: municipal, estadual, federal. E em quase todas as unidades federativas, 26 estados, mais o Distrito Federal.

Com raríssimas exceções, tanto nas capitais como nas cidades interioranas. Talvez não escape nenhum dos mais de cinco mil municípios brasileiros, nas cinco regiões: Norte, Nordeste, Centro-Oeste, Sudeste e Sul. De cima para baixo do mapa nacional.

Nem precisa mencionar nomes, todos o sabem, inclusive no Rio Grande do Norte. Impera a hereditariedade política, resquícios das oligarquias do Império (I e II Reinado) e da Velha República, que, nem mesmo a Revolução Liberal (1930) conseguiu acabar.

A de convir, também, que na esquerda potiguar ocorre a mesma situação, não com famílias, mas com grupinhos encastelados em setores chaves dos partidos, sindicatos  e ‘movimentos’ sociais, como um bando de miquinhos amestrados seguidores sem dar um pio sequer.

Por isso há de se supor o caos político. Com a classe política – no Palácio do Planalto, Camara dos Deputados, Senado, assembléias estaduais, camaras municipais e prefeituras – toda desacreditada pela população em geral.
Nas ruas, quando se indaga, a resposta genérica: - Vou votar no menos ruim. Por mim nem votaria mais. Mas somos obrigados (o direito do voto não é facultativo).

*Comentário publicado originalmente no jornal mensal “ Correio Potiguar” (edição de março), mídia impressa fundada há nove anos pelo falecido radialista Paulo César de Freitas Alves (Paulão) e pelo repórter-fotográfico, radialista, comunicador de televisão e blogueiro Graciano Luz




domingo, 19 de abril de 2015

Empresas incubadas do 'Instituto Metrópole Digital' (UFRN) obtêm faturamento de R$ 11 milhões

As empresas incubadas na Inova Metrópole, incubadora de empresas vinculada ao Instituto Metrópole Digital (IMD/UFRN) obtiveram um faturamento bruto de quase R$ 11 milhões em 2014. O valor arrecadado é superior ao faturamento da melhor incubadora do Brasil, segundo a Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores (ANPROTEC).

O deputado federal Rogério Marinho (PSDB), criador do Metrópole Digital, celebrou a notícia. Para o parlamentar, o projeto está confirmando a expectativa gerada, incluindo Natal no mapa da tecnologia da informação e contribuindo de forma decisiva para uma revolução na economia potiguar. "E o melhor é saber que tudo isso ainda é apenas o começo. O Metrópole ainda tem muito a conquistar e sempre contará com nosso total apoio", disse o parlamentar.

De acordo com o professor Anderson Cruz, gerente da Inova Metrópole, esse faturamento é o resultado do trabalho desenvolvido pela incubadora junto ao esforço das empresas incubadas, que estão transformando o mercado de Tecnologia da Informação (TI) no Rio Grande do Norte. “Nossa incubadora ainda não tem nem dois anos e conseguiu chegar a resultados bem impressionantes para a nossa região e mesmo para o Brasil”, comenta Anderson. Ele ressaltou ainda o fato da Inova Metrópole já ter graduado uma empresa, a SIG Software, que utiliza tecnologia desenvolvida na UFRN e está se consolidando como a maior empresa de TI do estado.

Parte do sucesso da Inova Metrópole é proveniente das boas relações da incubadora com o empresariado potiguar. Anderson comentou que os empresários contatam a Inova Metrópole buscando tecnologias na área de TI e para avaliar possíveis parcerias com a incubadora. 

A Inova Metrópole também faz parte da Rede Potiguar de Incubadoras, que agrega as incubadoras do estado. Nessa rede, segundo Anderson, as incubadoras aprendem umas com as outras através da troca de suas experiências. “E a Inova é vista como um bom modelo a ser seguido”, completa.

A incubadora Inova Metrópole tem atualmente 11 empresas incubadas e 12 pré-incubadas, enquanto pode atender a uma demanda de 50 empresas no seu espaço físico. O professor Anderson Cruz ressaltou também que a incubadora está buscando um fluxo maior de entrada na pré-incubação, em processos de entrada semestrais. “

O investimento ainda é baixo diante da estrutura da incubadora. Em 2014 foram investidos R$ 120 mil através de edital do SEBRAE e cerca de R$ 90 mil provenientes das taxas de participação das empresas na incubadora. O apoio federal parte da estrutura da universidade. Segundo o gerente da incubadora, “sem o Metrópole Digital e UFRN não teríamos condições de alcançar esses resultados”.

Fonte: Site IMD

Justiça determina que ônibus de Natal recebam pagamento de meia passagem em dinheiro

Em uma decisão considerada histórica pelas entidades estudantis, a Justiça do Rio Grande do Norte determinou que o Sindicato dos Transportes Urbanos de Natal (Seturn) receba o pagamento da meia passagem estudantil em dinheiro, por meio da moeda nacional corrente (Real). 

Para isso, basta que o beneficiado apresente sua carteira de estudante emitida por uma entidade estudantil legalmente constituída, conforme prevê a legislação brasileira, dispensando a necessidade do Natal Card, o cartão eletrônico comercializado pelo Seturn em parceria com a Prefeitura. 

A determinação é da juíza Francimar Dias Araújo da Silva e foi publicada no Diário Eletrônico da Justiça na última sexta-feira (17), que também determinou a intimação da presidência do Seturn para imediato cumprimento da decisão. A ação foi impetrada pela União Norte-riograndense de Estudantes (Urne).

"O Código de Defesa do Consumidor veda expressamente aos fornecedores de produtos ou prestadores de serviços a recusa em receber pagamento a quem deseje realizá-lo de maneira direta, por pagamento em espécie, considerando inclusive tal prática como abusiva. Não se demonstra adequada as restrições de vendas ao benefício da meia passagem que vem sendo impostas por essas empresas aos estudantes, implicando em manifesta restrição ao direito assegurado por lei", disse a juíza na decisão liminar.

A magistrada destacou que "o benefício da meia passagem conferido aos estudantes nos transportes coletivos rodoviários é um direito conquistado pela classe estudantil, que possui por finalidade precípua a garantia de amplo acesso ao transporte público". Além disso, a juíza acrescentou que a exigência do cartão eletrônico por parte do Seturn restringe o direito e quebra a isonomia entre os estudantes que desempenham suas atividades em Natal e os que atuam no restante do Estado, ou até mesmo no país.

Para Francimar Dias Araújo da Silva é "documento hábil para a demonstração da condição de estudante a carteira de identidade estudantil", o que bastaria para que o beneficiado tivesse o direito a meia-passagem. Também destacou a decisão tomada recentemente pela desembargadora Judite Nunes, as empresas intermunicipais de transportes coletivos rodoviários também foram obrigadas a aceitar o pagamento em dinheiro de 50% do valor da passagem mediante apresentação da carteira estudantil.

O assessor jurídico das entidades estudantis, Thales Goes, classificou a decisão da Justiça como uma vitória dos estudantes potiguares. "Muitas pessoas foram prejudicadas nos últimos anos com essa prática abusiva por parte do Seturn. Um aluno que não tivesse abastecido o cartão, acabava sendo obrigado a pagar a passagem inteira, mesmo provando que era estudante. Algo que só existia mesmo em Natal", disse o advogado.  (Assessoria de Imprensa)

ABC ganha do América, conquista Copa RN e decide o campeonato potiguar no Estádio Maria Lamas Farache

Depois de garantir, na rodada do meio de semana, vagas nas copas do Nordeste e do Brasil do próximo ano, o ABC ganha do América, na noite deste domingo, no Estádio Arena das Dunas, e conquista o segundo turno do campeonato potiguar.

Com o resultado leva o Troféu Jornalista Everaldo Lopes para casa e decide a competição com o Alvirrubro, vencedor da Taça Cidade de Natal (primeiro turno).

O ‘Dragão’ ainda tem dois jogos, apenas para cumprir tabela no returno. Na quarta-feira (22) enfrenta o Potiguar de Mossoró, fora de casa, como complemento da primeira rodada. Na sétima e última pega o Alecrim, que luta com o Globo pela vaga na Série C (terceira divisão).

Detalhe: Max perdeu uma penalidade máxima, aos 30, após o gol do artilheiro da competição, Kayke, com 12 gols. O ABC decide a competição no Estádio Maria Lamas Farache (Ponta Negra)

FICHA TÉCNICA

América 0 – 0 ABC
Arbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva/PA
Público: 10.847
Renda: R$ 251.365,00
Gols: Kayke 27/2 e Wellington Bruno 40
América: Busatto, Diogo (Gláucio), Zé Antonio (Cleber), Flávio Boaventura, Julinho, Judson, Maguinho, Daniel Costa, Cascata (Pardal), Max e Emerson. Treinador: Roberto Fernandes
ABC: Saulo, Reginaldo, Suelinton, Leandro Amaro, Lima, Fábio Bahia, Michel (Marcel), Erivelton (Neto Coruja), Chiclete (Wellington Bruno), Kayke e Fábio Alves. Treinador: Josué Teixeira

OUTROS RESULTADOS
Palmeira 0 – 3 Globo
Alecrim 2 – 1 Santa Cruz

CLASSIFICAÇÃO
ABC: 18
Globo: 12
América: 8
Alecrim: 7
Santa Cruz: 7
Baraúnas: 6
Palmeira: 4
Potiguar: 3

GERAL
ABC: 37
América: 31
Globo: 28
Alecrim: 25
Potiguar: 19
Baraúnas: 19
Santa Cruz: 17
Palmeira: 11
Corintians: 6
Força e Luz: 6

Associação dos Engenheiros da Petrobras começa a reconhecer má gestão do Governo Federal

Desde que estourou os escândalos administrativos na Petrobras, a partir da investigação da operação ‘Lava Jato’ a mídia eletrônica da Associação dos Engenheiros da empresa vinha poupando críticas ao Governo Federal.
A mudança de atitude começou logo após a demissão da presidente da petroleira, quando a entidade classista divulgou que o substituto deveria ser alguém que conhecesse o setor, mas a presidente Dilma Vana Roussef escolheu o ex-presidente do Banco do Brasil.
Na edição da quinta-feira (17/4) newsletter dá espaço a um dos principais adversários do Partido dos Trabalhadores, quando Rogério Lessa escreve repercutindo discurso de um dos parlamentares do PSDB, o senador paranaense Roberto Requião.
O título do texto é sintomático: - Brasil não pode seguir a sina da maldição do petróleo. Requião defende a manutenção da legislação que garante a empresa como operadora única do pré-sal e o regime de partilhado, bandeiras que o PT também apóia.
Apenas uma pequena área do pré-sal foi prospectada, mesmo assim já foram descobertas reservas de 80 bilhões de barris. A projeção de técnicos da empresa é que as reservas de toda a área do pré-sal ultrapassem 300 bilhões de barris, equivalente às reservas conhecidas da Venezuela e Arábia Saudita, as maiores do planeta.

Petros
Na mesma edição Paulo Brandão, do Conselho Deliberativo da Petros, enfatiza o que todo o Brasil já sabe e os profissionais de engenharia da Petrobras custaram a reconhecer ou não admitiam publicamente: “Economia estagnada, dívidas não quitadas e má gestão por influência político-partidária são as causas do déficit.”
Ele enumera, classifica e resume os problemas do fundo de pensão da Petrobras em tres premissas: econômica (taxas de juros, indexador dos benefícios, risco INSS, custeio administrativo, mais inflação e taxa de crescimento); biométrica (refere-se ás questões de individualidade do petroleiro) e as premissas genéricas, que envolve, inclusive, a família. (JVJ)